Blush Azaléia – Coleção Marimekko (Avon)

Blush Azaléia - Coleção Marimekko (Avon)

Já falei da Coleção Marimekko, mas vou falar neste post apenas do blush Azaléa, que tive a oportunidade de experimentar.

Em primeiro lugar fiquei muito impressionada com a embalagem do produto. O blush vem dentro de uma caixinha de papelão fofa e coberto para um papel/plástico protetor. A embalagem do blush, propriamente dita, é de um plástico resistente. A parte de trás é preta e a tampa transparente. A tampa funciona bem o suficiente para fechar o produto sem ficar abrindo sozinha, mas não é tão dura que “lacra” o blush e a gente precisa quebrar uma unha para conseguir abrir (infelizmente, alguns produtos são assim). A parte preta ao redor do blush faz parte da embalagem (é plástico). Uma dúvida que ficou é como vai ser para passar o blush a medida que ele for acabando e afundando dentro do pote.

O blush em si é da cor da flor maior. Na pele  ele fica um rosa-escuro/uva com um pouquinho de brilho. Muito bonito e muito parecido com o blush Sin da NARS. É o tipo de tom que fica bem em quase todo mundo. Quem é mais branquinha passa menos quantidade de blush e as mais morenas podem caprichar mais nas pinceladas. 🙂 A parte de dentro da flor é um iluminador champanhe discreto, e a parte de baixo (que parece uma “graminha”) também é um iluminador só que no mesmo tom do blush. O iluminador de baixo também é bonito, só que é de um tom mais forte.

Para ser sincera, o único defeito do blush é a dificuldade de aplicar. Como é uma tira muito fininha de produto, fica difícil passar o pincel ali e aplicar o blush de modo uniforme no rosto (grandes chances do pincel pegar apenas uma linha fina de iluminador e você ficar com uma faixa iluminada na bochecha). Se você conseguir passar o pincel na embalagem toda com vontade, pegando blush e ambos iluminadores ao mesmo tempo, deve ficar bom, mas sinceramente eu tenho usado apenas o blush.

O que impressionou mesmo foi a fixação: é fantástica. Muito melhor que a dos blushes da MAC e da Dior, para ser sincera. Experimentei o blush em condições extremas (no calor, na academia, etc.) e ele ficou intacto por horas até lavar o rosto. 🙂 Resumindo: gostei e recomendo! (Agora fiquei realmente curiosa pelo blush Orquídea…. risos)

Crédito da imagem: Avon.

Share

O Stash é editado por Adriana Nunan, especialista em cosméticos de luxo, com mais de 10 anos de experiência em blogs de varejo. Psicóloga clínica e consumidora exigente, Adriana oferece uma perspectiva abrangente dos benefícios – objetivos e subjetivos – dos produtos avaliados.

Recommended Posts

Comments

  1. […] Pó/Blush Azaléia: nos tons rouge, nude, pêssego e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *