Homens precisam de produtos específicos?

Este post foi escrito pelo nosso colaborador Pedro

Evidentemente, há muitas marcas e linhas voltadas espeficamente aos homens. Os fabricantes costumam alegar que a pele do homem tem características diferentes da pele da mulher: é mais oleosa, mais espessa e mais sensível (principalmente pelo ato de barbear). Isso é verdade? É sim! Mas…

– É apenas uma média. Não significa que todo homem tenha pele, por exemplo, mais oleosa do que toda mulher. Há mulheres com pele oleosa, há homens com pele seca;

– Não há nenhum ingrediente que seja específico para a pele masculina ou feminina. Um ingrediente hidratante para um cosmético voltado ao consumidor masculino, é o mesmo usado em um cosmético voltado ao consumidor feminino.

As diferenças marcantes entre “cosméticos masculinos” e “femininos” não costumam estar nas fórmulas em si, e sim nos seguintes pontos:

1 – Embalagens. Produtos masculinos costumam ter embalagens mais discretas do que produtos femininos.

Vejamos um exemplo da Shiseido:

O produto acima é o Shiseido Men Skin Empowering C. A embalagem é preta, com linhas mais retas e sem brilho.

O próximo (abaixo) é o Shiseido Benefiance Intensive Nourishing and Recovery Cream, teoricamente voltado para o mercado feminino:

A embalagem tem detalhes em dourado, é luminosa e com muito mais curvas. Até o texto da descrição na caixa do produto é mais longo é menos objetivo.

2- Perfume: isto é lógico, produtos feminos costumam ter perfumes femininos; produtos masculinos costumam ter cheiros masculinos. Convenhamos que seria no mínimo esquisito homem sair por aí com cheiro de jasmin.

3- Comerciais: principalmente no ocidente, o uso de cosméticos ainda é ligado a algo feminino. Portanto, os comerciais de cosméticos masculinos tentam “desconstruir” esta ideia – geralmente mostrando homens em ambientes tipicamente dominados por homens – como em altos cargos de empresas, determinados esportes…

4- Objetividade: homens, pela minha experiência pessoal (pode estar errada) costumam ser mais objetivos do que mulheres e mais céticos em relação a promessas mirabolantes. Parece que os profissionais de marketing das empresas de cosméticos também pensam o mesmo; e, por isso, a descrição nos rótulos dos produtos masculinos costuma ser mais objetiva.

Conclusão: há características nos cosméticos masculinos que realmente costumam agradar aos homens. No entanto, para a pele em si, o resultado de um produto voltado aos homens não será, necessariamente, diferente do resultado de um produto voltado às mulheres. Portanto, recomendo que os homens não fiquem “presos” a cosméticos com um marketing voltado aos homens, uma vez que isso poderá fazer com que excelentes produtos nunca venham a ser usados.

Também não estou pedindo que algum homem tenha coragem de comprar um creme com embalgem assim (Etude House Missing U Hand Cream):

 

Mas há excelentes produtos no mercado que, por terem características “neutras”, vão agradar tanto às mulheres quanto aos homens em todos os sentidos. Principalmente em se tratando de marcas como La Roche Posay, SkinCeuticals, Clinique…

Créditos das imagens: Shiseido, Etude House.

Share

O Stash é editado por Adriana Nunan, especialista em cosméticos de luxo, com mais de 10 anos de experiência em blogs de varejo. Psicóloga clínica e consumidora exigente, Adriana oferece uma perspectiva abrangente dos benefícios – objetivos e subjetivos – dos produtos avaliados.

Comments

  1. Homem não gosta de embalagem bonitinha, ou que remeta que é feminina!
    Pro meu namorado eu compro só produto feminino, mas que tenham embalagens ou de cores mais “masculinas” (verde, azul), ou bem neutras (branca), se não ele não usa!! haha
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *