Kracie Naive Deep Cleansing Oil

Kracie Naive Deep Cleansing Oil

Inspirada neste post aqui do Pedro, resolvi experimentar este óleo de limpeza facial.
Foi minha primeira experiência com este tipo de produto. Sempre achei muito estranha esta história de óleo de limpeza facial. Até porque eu sou a mais chata do planeta no quesito textura oleosa.

Na verdade, minto, já tinha testado o óleo da Nars e fiquei sem entender muito bem como era. Não curti.

Este da Kracie está disponível em várias fragrâncias, comprei a versão de laranja. Ele promete remover células mortas e excesso de oleosidade. Mas sinceramente eu acredito que ele sirva para todo tipo de pele, pois ele limpa bem, não deixa a pele oleosa realmente, mas também não resseca.

Como se usa? Você joga uma pequena quantidade do produto nas mãos secas – como tudo japa, no rótulo deste produto também vem escrito a quantidade certa a ser aplicada, algo como 1 colher de sopa, uma bola do tamanho de uma cereja … e por aí vai. Não me lembro bem qual a quantidade recomendada, vou de olhos mesmo. Mas então, depois de colocar nas mãos, aplica-se o óleo em todo o rosto (eu cheguei a usar nos olhos também e retirou rímel a prova d’água). Espalha bem e nesta hora você já sente que ele vai limpando. Depois molha a mão e faz massagem no rosto, para emulsionar o óleo (nesta hora você pode até borrifar uma água termal no rosto para fazer essa emulsão) – em tese, alguns óleos formam uma espuminha até neste momento. Mas este da Kracie sinceramente não forma não. Depois enxagua bem.

O que eu achei do produto? De cara eu me surpreendi muuuito com a textura dele. Eu experava algo mais oleoso. Ele tem uma textura muito boa, é um óleo muito fino e bem líquido. Não meleca absolutamente nada. Nota mil pra textura dele.
Tem cheirinho de laranja bem de leve.
Fora isso, ele limpa realmente muito bem, tira maquiagem pesada e não resseca a pele. Pelo contrário, acho que minha pele fica lisa e macia após o uso. Pra ser sincera, eu quase sempre dispenso o segundo passo do double cleansing (que seria lavar o rosto novamente com alguma espuma de limpeza).
A única parte que não leva nota 10 é a embalagem. Que é ok, mas é um sistema tipo shampoo, de levantar a tampinha. Podia ser em pump. 🙂

Eu amei este produto e ele tem um preço super em conta, pena que não é encontrado no Brasil. Tem que vir de fora. Mas eu comprei o meu na Amazon americana até. O Pedro indica vários sites orientais também, além do eBay.

Share

O Stash é editado por Adriana Nunan, especialista em cosméticos de luxo, com mais de 10 anos de experiência em blogs de varejo. Psicóloga clínica e consumidora exigente, Adriana oferece uma perspectiva abrangente dos benefícios – objetivos e subjetivos – dos produtos avaliados.

Recommended Posts

Comments

  1. Lavi, o processo nao fica demorado por ter q massagear a pele ou dá no mesmo q passar o tradicional algodao c demaquilante?
    Vou testar o seu, tá!? :p

  2. Preciso acabar com os meus estoques de sabonete facial pra poder experimentar um desses óleos, rs.
    Eu adoro essa sensação da transformação óleo-espuma na pele.

  3. Letícia Says: julho 6, 2012 at 11:35 am

    Depois que eu comecei a usar os Cleasings Oils nunca mais na vida quis saber de demaquilante nenhum. Acho muito mais prático e até rápido, pq duma vez só tira a make toda. Mas eu faço double cleasing sim, uso as espumas orientais tb.

  4. Recebi o meu essa semana e só faço uma pergunta: por que demorei tanto pra descobrir o double cleansing?! Minha pele melhorou MUITO depois que passei a limpá-la direito. Só a limpeza, hein.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *