Retexturing Activator (SkinCeuticals)

Retexturing Activator (SkinCeuticals)

Este post foi escrito pelo Pedro do Cosme Asia.

Uma outra resenha do produto, escrita pela Adriana, já foi publicada aqui.

Retexturing Activator é um serum da SkinCeuticals, marca da L’Oréal, que oferece muitos produtos incríveis e com propostas originais.

Resumindo, esta é a promessa do produto: renova a superfície cutânea e equilibra a hidratação, com resultados superiores ao uso diário de 20% de ácido glicólico sem a irritação associada. Também promete reforçar a barreira da pele.

skin1

Na fórmula destaco que há 25% de uma combinação de um derivado de ureia (hidroxietil ureia) e ácido amino sulfônico, que hidratam a podem promover a esfoliação. Além de um extrato de fermento do chá preto, que muito possivelmente adiciona propriedades antioxidantes, e o conhecido sodium hyaluronate, sal de ácido hialurônico, que pode aumentar a hidratação da pele.

O serum é um líquido transparente, levemente viscoso, que espalha muito bem e deixa a pele um pouco pegajosa. Mas não me importo com a pegajosidade porque sei que é pela grande quantidade de ingredientes umectantes (que atraem água para a pele). Logo, sei que é porque é algo que me traz benefícios. Nunca “esfarelou” em conjunto com o uso de outros produtos, o que considero essencial (infelizmente parece que algumas marcas não dão atenção a isso). Não tem perfume nem qualquer odor que eu possa sentir.

Fiquei convencido de que o produto proporciona resultados superiores ao uso diário de uma fórmula com 20% de ácido glicólico? Ainda não. Primeiro porque não encontrei nenhum estudo independente mostrando isso. Segundo pela minha experiência pessoal, subjetiva. Não estou dizendo que o produto não possa fazer isso, estou apenas dizendo que ainda não estou convencido especificamente em relação ao referido ponto (quem me acompanha deve saber que sou bem cético). Ainda assim, sou um enorme fã deste serum. De todos os serums existentes no mundo que eu já tenha testado (uns 80%? rs), posso dizer que o Retexturing Activator está entre o meu seleto grupo de preferidos. Enquanto o produto existir, recomprarei. Os motivos:

1 – Não irrita minha pele, mesmo sendo extremamente sensível. Isso pode parecer banal, mas para mim, que sinto a ardência após a aplicação até mesmo de muitos produtos específicos para pele sensível, é algo fantástico. Já usei produtos que pareceram esfoliar mais a minha pele? Certamente sim. Mas estes produtos também deixaram minha pele avermelhada, ressecada e descamada. Não gosto de produtos que deixam a pele visivelmente descamada, porque não vejo sentido em trocar um problema por outro. Só pelo fato de o Retexturing Activator não ter causado nenhum efeito colateral em mim, já me fez tornar um enorme fã dele;

2 – A minha pele fica intensamente hidratada. Consequentemente, mais macia, com linhas finas em virtude do ressecamento totalmente apagadas e mais bonita de modo geral;

3 – Observei uma melhora nos poros mais conspícuos (embora eu quase não os tenha) e uma pele com um relevo mais liso de modo geral – e acredito que a médio ou longo prazo o produto possa diminuir e/ou ajudar a prevenir sinais do envelhecimento;

4 – Ao contrário de outros produtos que podem deixar a minha ainda mais sensível, este não só não a irritou, como parece torná-la mais “resistente”.

Conclusão: pode ser um excelente serum para hidratar a pele e melhorar sua textura – com baixo potencial de irritabilidade.

No Brasil custa em torno de R$300,00 (30ml). Pessoalmente não acho caro porque para mim bastam 6 gotas (uso no rosto, incluindo área próxima aos olhos, e pescoço). Para mulheres, que em média têm superfície facial menor que a dos homens, talvez bastem 4 gotas – durando aproximadamente 4 meses.

Mais informações podem ser lidas no site em português da marca.

P.S.: a resenha não tem conflitos de interesses. O produto não foi enviado pela marca.

Share

O Stash é editado por Adriana Nunan, especialista em cosméticos de luxo, com mais de 10 anos de experiência em blogs de varejo. Psicóloga clínica e consumidora exigente, Adriana oferece uma perspectiva abrangente dos benefícios – objetivos e subjetivos – dos produtos avaliados.

Recommended Posts

Comments

  1. Pedro, gostaria de saber se poderia utilizar este produto em conjunto com o Redermic R da LRP. Se for possível, quanto tempo de intervalo devo deixar entre as aplicações?
    Obrigada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *