Make B Base Cushion (O Boticário)

Make B Base Cushion (O Boticário)

Esta resenha foi escrita pelo Pedro, do CosmeAsia

Como muitos devem saber, as bases cushions se popularizaram na Coreia do Sul. Em geral, referem-se a bases líquidas multifuncionais em uma embalagem lembrando pó compacto. A base fica retida em uma esponja interna.

Apenas um cushion de só uma marca da coreana AMOREPACIFIC, a primeira empresa da Coreia do Sul a ter lançado um cushion, vendeu a um ritmo de uma unidade a cada 1,2 segundo. Além disso, as vendas de cushions da AMOREPACIFIC já passaram de 50 milhões de unidades e o tipo de produto é usado por 75% das mulheres coreanas. Ou seja, base cushion é um sucesso!

Várias marcas do ocidente também estão lançadando cushions. No caso das nacionais, O Boticário foi a primeira! A empresa me enviou um (por sinal, em uma apresentação bastante cuidadosa, com um laço e em uma caixa estilo de presente bonita, demonstrando elegância por parte deles).

O que a Make B Base Cushion promete: clicar aqui para ler.

Opinião pessoal/subjetiva…

Textura: o toque é verdadeiramente mate; não sinto nenhuma sensação escorragadia nem de oleosidade. Seca quase imediatamente. Praticamente não deixa nenhuma sensação pegajosa. Não esfarelou em nenhum teste que fiz, seja usado sozinho ou com diversos outros produtos. Como quase toda a maquiagem, pode transferir um pouco, mas é pouco.

Finalização: ótima cobertura, porém com naturalidade. uma blogueira achou que a cobertura do produto é de média para alta, outra achou que é leve. Acho que definiria como de média para leve.

Apesar de a finalização e aparência final também ser mate, é um mate moderno, que não deixa a pessoa com aparência de quem já está morta e está apenas fingindo que está viva. Principalmente se a pessoa não tiver pele seca e aplicou hidratante por baixo.

Um dos pontos mais interessantes na finalização é que a pele fica bonita no mesmo instante após a aplicação. (Muitas bases parecem ficar bonitas apenas após muitos minutos, após “assentarem” sobre a pele).

Durabilidade: de média para alta. Várias horas, talvez umas 10.

Fragrância: suave e me lembrou violeta. Não senti cheiro desagradável. Mais um ponto muito positivo, visto que várias marcas, mesmo importadas, têm bases com odor bastante ruim e forte.

Fórmula: em comparação aos cushions coreanos, talvez o produto tivesse ficado ainda mais interessante caso tivesse mais ingredientes de skincare. (Os cushions coreanos costumam ter arbutin, niacinamida e diversos outros ingredientes que podem ajudar a clarear manchas e/ou atenuar rugas). A fórmula pode ser vista aqui. De qualquer modo, o FPS 40, um FPS bastante alto, pode ser extremante útil para reforçar a proteção da pele ao longo do dia.

Cores: para alguns brasileiros, talvez sejam um problema. Só há três, sendo que mesmo a opção mais clara ficou escura em mim. Em se tratando de lojas físicas, pelo que me consta, atualmente o produto é vendido no estado de São Paulo (favor me corrigirem se eu estiver errado). No entanto, caso passe a ser vendido em todos os estados do Brasil, acredito que seriam necessárias no mínimo cinco cores. Uma em tom mais claro e outra em tom mais escuro das disponíveis atualmente.

Refil: senti falta de refil, uma opção de embalagem que pode consumir menos recursos ambientais.

Preço: no site do O Boticário está por R$124,00 (conteúdo: 17g). É um excelente preço. Enquanto que o cushion de O Boticário sai por aproximadamente R$7,30 por grama, o da Lancôme (além de O Boticário, só vi a Lancôme lançar cushion no Brasil) custa aproximadamente R$21,30 por grama, aproximadamente o triplo em valores relativos. Além disso, o cushion da Lancôme deixa uma sensação na pele extremamente úmida e oferece um FPS muito menor do que o do O Boticário.

Conclusão: pode ser um excelente cushion para quem procura uma base com finalização bonita, verdadeiramente mate e preço razoável. Superou minhas expectativas.

Share

O Stash é editado por Adriana Nunan, especialista em cosméticos de luxo, com mais de 10 anos de experiência em blogs de varejo. Psicóloga clínica e consumidora exigente, Adriana oferece uma perspectiva abrangente dos benefícios – objetivos e subjetivos – dos produtos avaliados.

Recommended Posts

Comments

  1. Joana Callia Says: agosto 19, 2016 at 12:51 am

    Ótima resenha!!O Pedro é mara!Eu gostei muito dessa base, em mim achei a cobertura alta e um pouco mais pesado do que geralmente eu uso!!Mas, o que mais me impressionou foi a durabilidade!Experimentei em uma
    Loja da Boticário pela manhã e à noite estava praticamente intacta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *